sábado, 3 de março de 2018

105.


Culturismo Literárioespécie de saber de oficina feito que serve apenas para mostrar músculo. Capaz de transformar o mais absoluto virtuosismo e saber filosofico-literário em vácuo, costuma ser portador de currículos e é sumamente utilizado como farda de almirante. Há quem lhe gabe as qualidades afrodisíacas. 
O Século XX costuma ser seu habitat de pastorícia, mas também costumam, por desfastio, ir dar uma volta à Grécia antiga.... Seus detractores costumam acusar-lhes do paradoxo do niilismo de banquete.  Mundialmente expandido - e com muita pujança em Portugal (só o ano passado, por exemplo, Portugal ficou em 3º lugar no WLC) -, o Culturismo Literário tem até uma igreja própria, tal singularidade põe muitos a pensar em paralelos com a argentina Igreja Maradoniana, nada mais errado - nem uma poderia ter nada que ver com a outra, pois se para a Igreja Maradoniana, Diego Armando Maradona é Deus, já para o Culturismo Literário a divina ideia é que já foi tudo escrito. 

Enviar um comentário