domingo, 13 de fevereiro de 2011

Pensar alto

Dá-me ideia que andam muito na net a marcar território, não vá o diabo tece-las. Custa-me entender isso, mas também não tenciono perder tempo com subjectividades dessas. Vá-lá que sou dos que conseguem distinguir quem realmente vale a pena do resto da pandilha pretensiosa. Penso que essa é uma das minhas qualidades. E também o não me apetecer entrar nesse tal jogo do território. Porque é que me havia de apetecer? Gosto de respirar. Ninguém me obriga...

6 comentários:

bluesy traveler disse...

"sou dos que conseguem distinguir quem realmente vale a pena do resto da pandilha pretensiosa"

Creio que com isto também marcas o "teu" território :)*

Pedro Góis Nogueira disse...

Tens razão. Só que aqui marco o território sem intenções à priori, sem um calculismo consciente, que é coisa que me irrita nalguns blogues. Mas enfim, no limite andamos todos aqui a marcar território. Se calhar tudo se resume mesmo a uma questão de gosto :)

Mariana disse...

Pedro, mas blogs são territórios, e às vezes tão despretensiosos que a pessoa ali só quer respirar... Mas entendo o que você diz, a competição é algo aborrecido, inútil e cansativo.

Pedro Góis Nogueira disse...

Sou grande adepto de blogs. Já me deu para pensar no que era antes e depois de os começar a ler em 2004. Mas se uns são soberbos, outros andam-me a irritar mais do que nunca. Nenhum deles está na minha barra dos links. Acompanho tudo no Google Reader :)

Wiwia disse...

Ok. Pensava que era impressão só minha. Ainda bem que não.

Pedro Góis Nogueira disse...

Não é não e há certamente mais gente a enjoar egos territoriais da bloga e do Facebook. E como os dias até vão ficando cada vez mais longos,mais nos sobra para os aproveitar...:)